5 estratégias para driblar a compulsão alimentar

A compulsão alimentar é uma condição muito frequente entre nossos pacientes. Dessa forma, trabalhar com estratégias que possam ajuda-los a reduzirem os episódios compulsivos é fundamental para que tenham uma boa adesão a dieta e consequentemente bons resultados a saúde.

Abaixo se ligue nessas recomendações e bora driblar a compulsão alimentar:

1. Hidratação:
Beba água durante todo o dia e evite a desidratação, que pode prejudicar as funções cerebrais, como o controle do apetite e saciedade.

2. Consumir fontes de fibras:
Cereais integrais, sementes, vegetais e frutas são fontes de fibras, que irão ajudar a aumentar a saciedade, principalmente se a compulsão é no final do dia.

3. Reduzir o consumo de ultraprocessados:
Esses alimentos são ricos em açúcar, gordura e aditivos químicos, e o consumo excessivo pode piorar a compulsão, gerando uma necessidade constante de busca.

4. Cuidar do intestino:
O intestino libera substâncias que auxiliam o sinal de saciedade. Promover uma microbiota intestinal saudável também é fundamental para o controle do apetite! Para isso, siga também a estratégia 2!

5. Coma com calma, atenção e mastigue bem!

Os sinais de saciedade liberados pelo nosso organismo não chegam tão rapidamente no cérebro. Portanto, esse tempo maior comendo com calma, atenção e mastigando bem, ajudará no controle da fome!

Referência bibliográfica: 
HERMAN, A.; BAJAKA, A. The role of the intestinal microbiota in eating disorders – bulimia nervosa and binge eating disorder. Psychiatry Res; 300:113923, 2021.

YU, K.B.; HSIAO, E.Y. Roles for the gut microbiota in regulating neuronal feeding circuits. J Clin Invest; 131(10):e143772, 2021.

SLYPER, A. Oral Processing, Satiation and Obesity: Overview and Hypotheses. Diabetes Metab Syndr Obes; 14:3399-3415, 2021.

MERWE, M. Gut microbiome changes induced by a diet rich in fruits and vegetables. Int J Food Sci Nutr; 72(5):665-669, 2021.

SANDERS, L.S.; et al. Effects of Whole Grain Intake, Compared with Refined Grain, on Appetite and Energy Intake: A Systematic Review and Meta-Analysis. Adv Nutr; 12(4):1177-1195, 2021.

Artigos relacionados

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *